CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Por causa de alguém


Oh! por causa de alguém, sem calma,
triste, triste estava minh'alma!

Jamais, jamais, me consolei,
mesmo depois que a abandonei!

E mesmo depois de a minh'alma
procurar longe dela a calma,

jamais, jamais, me consolei,
mesmo depois que a abandonei!

E meu coração, tão sensível,
diz à minh'alma: - É, pois, possível,

será possível, ele insiste
este exílio cruel e triste?

E a alma responde ao coração:
Sei lá porque esta ilusão

de estarmos perto, ainda que ausentes,
e, ainda que longe, tão presentes?

Paul Verlaine
Imagem: Yoshitaka Amano em Caçadores de Sonhos

3 comentários:

Pablo Frazão disse...

Ok.Mate um duvida minha.Este poema também é só um poema ou tem algum motivo em especial para ele estar aqui?rs

Curiosidade mode on ^^

Beijos

Débora disse...

Pra tudo nessa vida há um motivo... Agora saber qual é, aí sim é outro esquema... hehehehehehehehe

=P

Samara Morgan Lacroix disse...

Hola, me gusta tu blog. Te invito al mio


www.lacatedraldelasmelodiassangrantes.blogspot.com


Un saludo!