CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Apatia


















Acordei, mas não despertei.
A dormência se faz presente
Por todo o meu corpo
Entorpecendo-me a alma.
Um algo, que não é tristeza,
Mas tampouco é alegria,
Se manifesta em mim.
Os pensamentos vagam pela caixa oca
E me fecho para que isto não se alastre,
Mas ela torna-se cada vez
Mais insuportável de levar.
Perco-me em mim mesma,
Mergulhada num imenso
Mar de não sei
.

Texto: Débora Goya

2 comentários:

Pablo Frazão disse...

Perdida no mar?Consulte as estrelas, busque sua própria bussola para reencontrar sua direção.

Perdida dentro de si?Eu sei que cedo ou tarde voce encontrará o caminho de volta com suas proprias respostas e um caminho ainda melhor para seguir.É bom percorrermos nosso proprio interior para encontrarmos respostas ^^ ou novas perguntas que nos conduzam sempre a evolução.

Beijos



Beijos.

Débora disse...

Como te falei numa outra ocasião...
Eu busco e me desbusco constantemente....

Mas pode ser que numa dessas eu me encontre.

É necessário. É vital. Pelo resto de lucidez que me resta.

rsrsrsrs

Beijo!